domingo, janeiro 30, 2011

Identidade Visual - Branding: " O projeto gráfico" (continuação)

Bom temos a LOGO definida mas não temos suas cores e aplicações, então vamos começar a pensar nas suas aplicações em cores sobre tecidos pois afinal o monograma será uma logomarca de uma confecção de roupas classe C e D, lembram-se? Então o mínimo que devemos fazer é aplicá-la em várias tonalidades de tecidos para ver o efeito.Claro que nossa imaginação viaja mas temos que ter consciência que bom gosto e visibilidade são fundamentais independente do publico, não se iludam com o poder aquisitivo do público comprador não é porque se tem pouco dinheiro na carteira que a pessoa tem mau gosto.Vamos estudando várias opções de aplicações sobre fundos diversos*, pensando que a fixação da marca (monograma) no momento é mais importante do que tudo, porque a nossa confecção é nova no mercado, porém na hora de apresentar ao cliente não leve mais do que três opções, confunde levar muitas opções de escolha. Lembrando, sempre, que a nossa marca é de uma confecção e, sendo assim, dá possibilidade para vários tipos de aplicações: tecidos, papelaria, propaganda, etc....




*Nunca esqueça que suas aplicações deverão seguir uma norma quanto sua aplicabilidade no material finalizado ou seja:
- RGB para quando usada em vídeo;
- CMYK para quando usada em impressão off-set;
Se forem cores exatas:
- Cor especificada pelo catálogo de cores do fabricante de tintas, ou na escala PANTONE, ou escala EUROPA, ou MUNSELL, etc;
O ideal é testá-los configurando os softwares para as duas aplicações assim evitando atropelos na padronização visual definitiva.
Postar um comentário